Glossário

A

Abastecimento interruptível: Abastecimento que pode ser interrompido eventualmente, a critério da companhia distribuidora ou de acordo com condições estabelecidas em contrato.

Acionista majoritário: Pessoa física ou jurídica, ou ainda um grupo de acionistas unido por acordo de voto. O acionista majoritário é o titular de uma quantidade de ações ordinárias (ON) que assegura a maioria dos votos nas deliberações da assembléia geral e o poder de eleger a maioria dos administradores da companhia. O acionista majoritário é quem exerce efetivamente o poder de direção da empresa.

Acionista minoritário: Pessoa física ou jurídica, proprietária de ações cujo total não permite participação no controle da companhia.

Ações ordinárias: ON, ações ordinárias nominativas, atualmente chamadas simplesmente de ações ordinárias. Conferem ao titular o direito de voto nas assembléias da empresa, além da participação nos resultados da companhia, na forma de dividendos recebidos. Cada ação ordinária dá direito a um voto nas deliberações da Assembléia Geral.

Ações preferenciais: PN, ações preferenciais nominativas, atualmente chamadas simplesmente de ações preferenciais. Conferem ao titular determinados benefícios financeiros ou políticos. Em contrapartida, não dão direito de voto nas assembléias.

Ativo: todos os bens e direitos da empresa, como saldo em bancos, aplicações financeiras, estoques de produtos, pagamentos a receber, veículos, prédios, máquinas, marca etc.

Ativo Circulante: parcela do ativo que pode ser convertida em espécie em curto espaço de tempo, geralmente inferior a doze meses. São disponibilidades, estoques, contas a receber em curto prazo etc.

Auditoria independente: órgão externo à empresa e isento de conflito de interesses. A auditoria tem a atribuição de analisar as demonstrações financeiras, comparando-as com a realidade da companhia.

B

BTU: unidade térmica britânica. Quantidade de calor necessária para elevar a temperatura de uma libra de água em 1oF.

Bypass: Em português, "desvio". Conjunto de tubulação com válvula de controle que conduz gás, ar ou outro fluído, contornando, ao invés de atravessar, todo um trecho de uma tubulação.

C

City-gate: ponto de entrega ou transferência, em que o gás passa de uma linha principal de transmissão para um sistema de distribuição local. É uma estação de medição que pode dispor de regulagem de pressão. No city-gate, a rede de distribuição local recebe gás de uma companhia transportadora ou de um sistema de transmissão.

Co-Geração: processo que permite a produção simultânea de energia elétrica e energia térmica (vapor e água quente), a partir de uma única fonte energética.

Comitê de Auditoria: órgão formado por conselheiros de administração, que se reporta ao colegiado integral do Conselho de Administração, dispondo sobre assuntos referentes às normas e orientações a serem cumpridas pelos auditores independentes. O comitê deve analisar as demonstrações financeiras, supervisionar e atribuir responsabilidades na área financeira e garantir que a diretoria desenvolva controles internos confiáveis. O comitê também observa as atividades da auditoria interna, seleciona, fixa a remuneração, acompanha o trabalho e, eventualmente, decide pela destituição dos auditores independentes. O comitê de auditoria deve garantir que os auditores independentes façam uma correta revisão das práticas da diretoria e da auditoria interna.

Conflito de interesses: em negociações ou decisões internas de uma companhia, diz-se que há conflito de interesses quando alguém não é isento em relação ao assunto em pauta. A falta de isenção, ou comprometimento com outras partes, pode influenciar decisões motivadas por interesses distintos aos da organização.

D

Debênture: títulos emitidos por uma companhia com a finalidade de captar recursos para investir ou pagar dívidas. Debêntures funcionam quase como um empréstimo, no qual os investidores disponibilizam recursos para a empresa em troca de uma taxa de juros fixa ou variável sobre o valor empregado na compra da debênture. Geralmente o prazo de retorno é superior a um ano. Despesas operacionais: despesas indiretas relativas à atividade da empresa. Podem ser subdivididas em despesas administrativas (salários do pessoal administrativo, aluguel do escritório, conta de telefone e luz do escritório etc) e despesas de vendas (marketing, divulgação, descontos, comissões etc).

Dívida Financeira Líquida: Valor total líquido comprometido com terceiros. A dívida financeira total liquida é calculada somando debêntures, financiamentos e adiantamentos de contrato de câmbio, e subtraindo deste subtotal as disponibilidades e investimentos.

DRI: Diretor de Relações com Investidores. Membro da diretoria das companhias abertas encarregado do relacionamento com o público investidor e acionista da empresa. É responsável pela divulgação de informações relevantes ao mercado, além de comunicados, esclarecimentos e atendimento a acionistas.

E

EBITDA: Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation & Amortization Expenses. São os resultados financeiros da empresa antes de serem subtraídos os juros, impostos, depreciação e despesas de amortização.

F

Free float (Ações em Circulação): ações de uma empresa que estão disponíveis para negociação livre em mercado de capitais. São todas as ações da companhia que não estão comprometidas em nenhum dos seguintes casos: ações de titularidade do acionista controlador, de seu cônjuge, companheiro e dependentes incluídos na declaração anual de imposto de renda; ações em tesouraria; ações de titularidade de controladas e coligadas da companhia, assim como de outras sociedades que com qualquer dessas integre um mesmo grupo de fato ou de direito; ações de titularidade de controladas e coligadas do acionista controlador, assim como de outras sociedades que com qualquer dessas integre um mesmo grupo de fato ou de direito; ações preferenciais de classe especial que tenham a finalidade de garantir direitos políticos diferenciados, sejam intransferíveis e de propriedade exclusiva.

G

Gás combustível: gás utilizado para aquecimento, iluminação, geração de energia e propulsão.

Gás contratado: volume de gás que a companhia concorda em fornecer, estabelecido em contrato com o consumidor, que concorda em receber e pagar.

Gás Liquefeito de Petróleo (GLP): mistura de hidrocarbonetos com alta pressão de vapor, obtida do gás natural em unidades de processo especiais. É mantido no estado líquido em condições especiais de armazenamento na superfície.

Gás Natural: hidrocarboneto ou mistura de hidrocarbonetos extraídos diretamente de reservatórios petrolíferos ou gaseíferos, incluindo gases úmidos, secos, residuais e gases raros. Permanece em estado gasoso nas condições atmosféricas normais.

Gás Natural Liquefeito (GNL): parte do gás natural que se encontra em estado líquido em determinadas condições de pressão e temperatura na superfície. É obtido nos processos de separação de campo, em unidades de processamento de gás natural ou em operações de transferência em gasodutos.

Gasoduto: tubulação destinada à transferência de gás. O termo é também utilizado para designar o sistema de distribuição de gás.

H

Hedge: operação financeira com a finalidade de diminuir o nível de risco de uma determinada posição. A expressão "fazer um hedge" - ou "hedgiar" - é utilizada quando se está tomando medidas preventivas para diminuir determinado risco presente ou futuro. Um hedge em uma carteira de investimentos pode significar a aplicação financeira em fundo conservador, como contrapartida a outra aplicação num fundo de alto risco. Desta maneira, o investidor está "hedgiando" sua posição global.

I

Não existem, referências à essa letra.

J

Não existem, referências à essa letra.

K

Não existem, referências à essa letra.

L

Liqüefação de gás: processo de resfriamento de gás natural a uma temperatura de -162º C, reduzindo seu volume em 600 vezes e tornando-o líquido. O gás liquefeito pode ser transportado por navios metaneiros, ou armazenado em tanques ou reservatórios subterrâneos.

Liquidez: a conversão de um título ou ativo em dinheiro. Quanto mais fácil a conversão, e quanto menor a perda de valor envolvida na transação, maior a liquidez.

Lucro Bruto: diferença entre a receita líquida e o custo dos produtos ou serviços vendidos.

Lucro Líquido: todas as receitas obtidas pela empresa no exercício, diminuídas as despesas.

Lucro Operacional: lucro resultante da atividade primária da empresa. Por exemplo, o lucro operacional de uma siderúrgica envolve apenas o cálculo das atividades relacionadas à fabricação e venda de aço. No lucro operacional não são consideradas as despesas de juros sobre financiamentos, resultados extraordinários, pagamento de imposto de renda etc.

Lucro por Ação (LPA): lucro líquido da empresa, anual, dividido pelo número de ações (em inglês, EPS - Earnings per Share).

M

Margem Bruta: divisão do lucro bruto pela receita líquida. É um dos melhores indicadores de produtividade: na comparação entre duas empresas de mesma atividade, a que tem maior margem bruta é a mais produtiva.

Margem EBITDA: relação entre receita líquida e EBITDA.

Margem Financeira líquida: é o resultado da intermediação financeira, subtraída a provisão para perdas com crédito, dividido pelo ativo médio total, subtraído o ativo permanente médio.

Margem Líquida: divisão do lucro líquido pela receita líquida. É um bom indicativo de lucratividade: na comparação entre duas empresas de mesma atividade, a que tem maior margem líquida é a que obtém melhor rentabilidade.

Margem Operacional: divisão do lucro operacional pela receita líquida. É um bom indicador de eficiência operacional: na comparação entre duas empresas de mesma atividade, a que tem maior margem operacional é a que apresenta melhores resultados para cada real vendido. Logo, tem custos operacionais mais reduzidos.

Market Share: fatia ou participação da empresa no mercado.

N

Não existem, referências à essa letra.

O

Offshore: área geográfica de exploração de óleo ou gás natural situada na plataforma continental (no oceano).

Onshore: área geográfica de exploração de óleo ou gás natural situada em terra.

P


Pay-out: relação entre os dividendos distribuídos e o lucro líquido do exercício. O índice de payout mede a porcentagem do lucro líquido a ser distribuído aos acionistas de uma empresa.

P/L - Índice Preço-Lucro: (em inglês, P/E - Price Earnings). Resultado da divisão do valor de uma ação no mercado pelo lucro líquido anual da ação. O P/L indica o número de anos necessários para recuperar o capital aplicado na compra de uma ação, através do recebimento dos dividendos da empresa.

P/VP - Preço sobre Valor Patrimonial: (em inglês, P/BV - Price per Book Value). Relação entre preço e valor patrimonial por ação (patrimônio líquido dividido pela base acionária). Uma empresa com P/VP de 140% tem seu valor de mercado 40% superior ao seu patrimônio líquido. Quanto maior o P/VP, melhor.

Passivo: dívidas e obrigações da empresa, como pagamentos a fornecedores, salários e impostos a pagar, empréstimos bancários etc.

Passivo Circulante: parcela das dívidas e obrigações que deve ser paga pela empresa dentro de um ano. Empréstimos, impostos e salários, pagamentos a fornecedores etc.

Patrimônio Líquido (PL): são os recursos dos acionistas da empresa. Seu cálculo é feito pela diferença entre os ativos (bens e direitos) e os passivos (dívidas e obrigações). O patrimônio líquido é composto pelos recursos investidos na constituição da empresa, acrescidos dos resultados acumulados e dos aumentos de capital realizados.

Peak shaving: procedimento através do qual é aumentada a oferta de gás em períodos de emergência ou de maior consumo, com a utilização de gás que foi armazenado em períodos de baixa demanda ou produzido especificamente para atender a demanda de ponta.

Q

Não existem, referências à essa letra.

R

RPL (Retorno sobre o Patrimônio Líquido): relação entre o lucro líquido e o patrimônio líquido da empresa. Quanto maior, melhor.

Resultado Líquido: lucro ou prejuízo apurado no trimestre.

Receita Bruta: valor total recebido pela venda da produção ou serviços da empresa, sem qualquer dedução.

Receita Líquida: receita bruta (faturamento) diminuída dos impostos diretos, como ICMS, IPI, ISS, PIS e Cofins. É o valor que a empresa efetivamente recebe pela venda da produção ou serviço prestado.

ROAA (Return on Average Assets): relação entre o lucro líquido e o ativo médio. É resultado da divisão do lucro líquido pelo ativo médio.

ROAE (Return on Average Equity): relação entre o lucro líquido e o patrimônio líquido médio. É resultado da divisão do lucro líquido pelo patrimônio líquido médio.

S

Serviço firme: modalidade em que o fornecedor deve garantir a entrega do volume total de gás contratado.

Serviço de Ponta: assegura ao cliente uma certa quantidade de gás natural, sob demanda deste, para atender aos períodos de consumo de ponta.

Serviço interruptível: entrega de gás sujeita à interrupção a critério do fornecedor. Também conhecido como "serviço de melhor esforço". As tarifas para serviço interruptíveis são inferiores àquelas praticadas para serviço firme.

Stakeholders (Partes interessadas): Indivíduos ou entidades que assumem algum tipo de risco através da participação direta ou indireta na sociedade. Além dos acionistas, são stakeholders os empregados da empresa, clientes, fornecedores, credores, governos.

Ship-or-pay: cláusula de contrato de transporte que determina o pagamento pelo carregador, independente da quantidade efetivamente transportada.

T

Take-or-pay: cláusula de contrato de compra e venda que determina a obrigação do comprador de pagar pela encomenda que fez, consumindo ou não o produto.

U

UPGNs: Unidades de Processamento de Gás Natural. Nas UPGNs são removidos do gás natural bruto o GLP, gasolina e outros líquidos de valor comercial.

Upstream: atividades de exploração e produção de óleo ou gás.

US GAAP: padrão contábil norte-americano: "Accounting Principles Generally Accepted in the United States of America".

V

Valor de Mercado: valor da empresa em bolsa. Quanto um investidor gastaria para comprar a totalidade das ações da empresa pela cotação presente.

Valor Patrimonial (VPA): patrimônio líquido da empresa dividido por seu número de ações. Uma empresa que possua 5 milhões de ações e patrimônio líquido de R$ 10 milhões, teria um VPA de R$ 2,00 (10/5=2).

W

Não existem, referências à essa letra.

X

Não existem, referências à essa letra.

Y

Não existem, referências à essa letra.

Z

Não existem, referências à essa letra.

Última atualização em
Voltar